Maestro Jorge Antunes

Maestro Jorge Antunes:
"A vida imita a arte. Por isso eu faço música engajada politicamente, em busca da justiça social."

terça-feira, 13 de julho de 2010

MANIFESTO: UM MAESTRO NO SENADO


O maestro Mario Ficarelli (USP) e o musicólogo Manuel Veiga (UFBA) elaboraram o texto do Manifesto nacional de artistas e intelectuais em apoio à candidatura do maestro Jorge Antunes ao Senado, pelo PSOL-DF

Seja apoiador do Manifesto, assinando no site:
http://www.petitionspot.com/petitions/JorgeAntuneSENADOR

Inclua, ao lado do nome, a categoria (compositor, musicólogo, arquiteto, músico, artista plástico, prof. Universidade).
Existe também um espaço para comentário, se desejar incluí-lo.

A lista de signatários foi aberta por Julio Medaglia, Wilson Sukorsky, Manuel Veiga, L. C. Vinholes, Amaral Vieira e Alda Oliveira.
Depois de assinar, peço que divulgue entre amigos do meio artístico, intelectual e acadêmico, pedindo apoio.

Depois, vote no site:
http://tvoto.virtualnet.com.br/votar/2/DF

Obrigado,
abraço,
Jorge Antunes

PS. O texto e a lista de signatários constarão da petition na internet e também de impressos em papel (folders) para distribuição em Brasília.


UM MAESTRO NO SENADO
Brasília merece! O Brasil merece!

Artistas criadores e políticos revolucionários têm loucuras em comum: a beleza da vida, a justiça entre os homens. O estudioso da harmonia, do contraponto, do improviso, da composição, da regência é meticuloso na elaboração da consciência e compreensão do mundo em que vivemos.
Políticos profissionais do crime organizado hoje convertem política em lixo. Os que não compactuam e se levantam contra a onda crescente de corrupção têm de realizar enormes esforços para se diferenciarem da corja que cada vez mais se apropria dos recursos públicos e menos punição recebe. Há entre nós, entretanto, um Jorge Antunes de talento reconhecido, uma história de honestidade absoluta, franqueza e espírito de luta, merecedor de nosso apoio.
Compositor, maestro, homem de bem, a população do Distrito Federal terá agora uma oportunidade ímpar de se levantar contra uma situação insuportável e vergonhosa que a todos avassala. É hora de dizer não aos políticos que traem a confiança do povo.
Os abaixo-assinados somos artistas, acadêmicos e músicos desejosos de ver um músico de alta cepa alçado ao Senado, com amplas preocupações sobre Cultura e Educação de qualidade, em que as artes sejam carros-chefes, sem detrimento das outras questões a serem enfrentadas: fim da corrupção, fim da violência, qualidade da saúde pública, ecologia, entre outras.
Horácio (65 AC - 8 AC), contando a história da Grécia invadida e dominada pelos romanos, reconheceu que não foi o enorme poderio militar romano o que restou, mas a cultura grega. Não a força, nem o poder, mas o lastro cultural. Assim, Antunes finca suas bandeiras na Cultura e na Educação, a exemplo do Sistema de Orquestras Juvenis que pretende fomentar para retirar crianças das ruas e alicerçar a formação intelectual de jovens. Criadas por todo o Brasil, em escolas públicas de tempo integral, serão células de um futuro melhor.
Sobre a sofrida Educação Musical Antunes reacende nossas esperanças: “Lutaremos pela regulamentação da Educação Musical nas escolas, sendo a disciplina ministrada por professores com formação específica, de modo a não permitir que na escola seja repetido o processo deseducador dos meios de comunicação de massa, que banaliza e desvirtua a educação de qualidade. A Educação Musical será abrangente, de maneira a abrir um leque ao educando. As multinacionais do banal que se enriquecem com o consumismo alienante serão banidas do espaço escolar.”

Muitos de nós, signatários deste documento, temos amigos e familiares em Brasília. É hora de mobilizá-los, conclamando-os a votarem em Antunes.


JORGE 500
Maestro Jorge Antunes: são outros 500!
Senador da República – PSOL

3 comentários:

Gabriela Ziegler disse...

Eu apoio a causa da Educao Musical nas escolas, e concordo com o maestro Jorge Antunes, quando diz que desde a Grecia Antiga a arte tem um pode transformador. Isso pode-se ver na Revolucao Francesa, quando a arte tinha um grande papel contestador da sociedade, com o musico Beethoven, e os pintores Goya e Delacroix. Eu apoio a candidatura do maestro Jorge Antunes.

Régis Torres disse...

Apoio e convoco toda a classe artística de Brasília a elegermos nosso Jorge Antunes. Basta de sujeira! Sim à cultura e à defesa de ideais democráticos!

Régis Torres - músico

Anônimo disse...

Apoio e convoco toda a classe musical e artística a elegermos nosso Jorge Antunes.

Régis Torres - músico em Bsb desde 1978